Cidadão americano detido na Coreia do Norte

AFP

23/04/2017 09:03:15

Um cidadão americano foi detido quando tentava sair da Coreia do Norte, o terceiro indivíduo dos Estados Unidos detido no país, informou a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

Até o momento não há confirmação oficial da detenção, que acontece em um momento de tensão entre Pyongyang e Washington.

De acordo com fontes da Yonhap, o homem, identificado apenas como Kim, foi detido na sexta-feira no aeroporto internacional de Pyongyang, quando pretendia deixar o país.

Kim, com idade por volta de 50 anos e professor na Universidade Chinesa de Ciência e Tecnologia de Yanbian, teve envolvimento com programas de ajuda para a Coreia do Norte.

Esta pessoa estava no país para falar sobre atividades de assistência, de acordo com a Yonhap. Os motivos da detenção não foram divulgados.

Apesar da falta de uma confirmação oficial, o diretor do grupo World North Korea Research Center, que tem sede em Seul, indicou que suas fontes em Pyongyang confirmaram a detenção.

"A razão pela qual a Coreia do Norte não diz nada é porque ainda não terminou suas investigações", declarou à AFP Ahn Chan-il, um desertor do Norte.

"É importante para eles manter como refém um cidadão americano para advertir os Estados Unidos contra qualquer ação para acabar com Kim Jong-Un", completa Ahn, em referência aos temores do Norte de que Washington teria planos militares secretos para derrubar o líder norte-coreano.

Outros dois cidadãos americanos - o estudante Otto Warmbier e o pastor coreano-americano Kim Dong-Chul - estão detidos na Coreia do Norte, depois que foram condenados a longas penas de prisão por "espionagem" ou "crimes contra o Estado".



notícias | vídeos | cobertura | quem somos |

Júpiter Telecomunicações © (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
Imperatriz / MA - Rua Simplício Moreira 1485, Centro
Fone/Fax: (99) 3529-3131 - E-mail: sac@jupiter.com.br
Produced by Rafael Correia Paz

E-mail: sac@jupiter.com.br
Cnpj: 01.625.636/0001-91