Alerj pode reduzir em 30% salários de Pezão, Dornelles e secretários do governo do Rio

Nelson Lima Neto

extra

30/08/2017 08:07:42

A Assembleia Legislativa do Rio decide hoje se vai revisar, ou não, o veto do governador Luiz Fernando Pezão ao projeto que reduziria o seu salário, e de outros membros do alto escalão do governo, em 30%. Alguns deputados alegam que a justificativa de Pezão para vetar o texto “foi fraca”. O projeto foi aprovado no fim de 2016, junto com outros enviados pelo próprio Executivo.

Ao publicar o veto, Pezão argumentou que não haveria efeito sobre a redução dos salários sem a aplicação do desconto extra à Previdência por parte de todo o funcionalismo. O governador não aprovou a lei e negou, também, a limentação ao supersalários de secretários e membros do alto escalão do governo.

Há quem justique que a lei não poderia ser aplicada, pois a redução do salário de Pezão afetaria, também, os salários do funcionalismo. O vencimento do governador do estado serve como teto para diversas categorias.



notícias | vídeos | cobertura | quem somos |

Júpiter Telecomunicações © (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
Imperatriz / MA - Rua Simplício Moreira 1485, Centro
Fone/Fax: (99) 3529-3131 - E-mail: sac@jupiter.com.br
Produced by Rafael Correia Paz

E-mail: sac@jupiter.com.br
Cnpj: 01.625.636/0001-91