Libertadores "tamo aí": na montanha-russa de 2017, Vasco termina ano em alta

Clube começa temporada sob desconfiança, tem ano conturbado com trocas de técnico, interdição de São Januário e eleições polêmicas, mas termina com vaga na competição continental

Felipe Siqueira e Fred Huber

ge

04/12/2017 09:34:00

No começo do ano, poucos eram aqueles que apostavam que o Vasco terminaria a temporada com uma vaga na Libertadores. Apenas o presidente Eurico Miranda e os torcedores mais otimistas adotavam esse discurso. Os mais pessimistas falavam, inclusive, em brigar para permanecer na Série A.

E sob a desconfiança da imprensa e de boa parte da torcida, o Cruz-Maltino enfrentou um ano de altos e baixos, com confusões, trocas de técnicos, eleições polêmicas… Que, no fim, terminou em alta com a vitória sobre a Ponte Preta, o sétimo lugar no Brasileirão e a conquista de uma vaga na fase preliminar da competição continental. Relembre a montanha-russa vascaína em 2017:

Investimento modesto

Com orçamento limitado, o clube não pôde investir muito para montar o elenco de 2017. Desembolsou apenas para trazer Escudero (R$ 1,5 milhões). Nas demais contratações, aproveitou oportunidades de mercado, como nas vindas de Anderson Martins (no 2º semestre) e Ramon, ou se utilizou de empréstimos, como nos casos de Jean, Gilberto e Breno.



notícias | vídeos | cobertura | quem somos |

Júpiter Telecomunicações © (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
Imperatriz / MA - Rua Simplício Moreira 1485, Centro
Fone/Fax: (99) 3529-3131 - E-mail: sac@jupiter.com.br
Produced by Rafael Correia Paz

E-mail: sac@jupiter.com.br
Cnpj: 01.625.636/0001-91