O último tijolo da reconstrução: Chape transforma ano difícil, em temporada histórica

O passo final de um ano marcado pela retomada de um time praticamente do zero foi em direção a Copa Libertadores e coroa o empenho de uma diretoria que lidou com dificuldades e desconfiança

Eduardo Florão

ge

04/12/2017 09:36:20

Pergunte a qualquer torcedor da Chapecoense sobre a expectativa e realidade para a temporada 2017. Depois de perder quase todo o time e diretoria na tragédia da Colômbia, tudo que se desejava era um Verdão que permanecesse na elite do futebol brasileiro. O que veio, porém, foi muito além e chega a gerar dúvidas sobre qual é o maior ano da história do clube.

Uma temporada com enredo que tranquilamente poderia estar nas telas do cinema e atrair multidões nas bilheterias. Como a fênix, a Chape se refez das cinzas e ressurgiu em um ano que calejou toda uma cidade, sobretudo dirigentes, jogadores e torcida. O último tijolo na reconstrução do clube foi colocado na tarde do último domingo, na Arena Condá, com a vitória sobre o Coxa e classificação para a Libertadores.

 

Primeiros passos e o Bi estadual

 

Chapecoense foi campeã estadual (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)Chapecoense foi campeã estadual (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)


notícias | vídeos | cobertura | quem somos |

Júpiter Telecomunicações © (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
Imperatriz / MA - Rua Simplício Moreira 1485, Centro
Fone/Fax: (99) 3529-3131 - E-mail: sac@jupiter.com.br
Produced by Rafael Correia Paz

E-mail: sac@jupiter.com.br
Cnpj: 01.625.636/0001-91