Carro do Google Street View é flagrado nas ruas de Campo Grande (MS)

O veículo poderá ser visto pelas vias locais até a próxima semana

Juliene Katayama, do portal MS Record

R7.com

O carro do serviço Google Street View que está registrando vários ponto de Campo Grande foi flagrado pelo jovem César Vinicius Massruhá Silva. As imagens registradas irão mapear toda a malha viária pavimentada - ruas, estradas, avenidas - que está no Google Maps. O veículo poderá ser visto pelas vias locais até a próxima semana. De acordo com a assessoria de imprensa do Google Brasil, o processo de captura de imagens leva geralmente entre uma e duas semanas. Em caso de imagens fora do padrão de qualidade, o tempo pode ser ainda maior, já que o carro retorna à cidade para refazer as imagens. - Ao planejar o percurso, damos muita atenção ao sol. Precisamos que ele esteja alto o bastante para que as sombras não escureçam os edifícios. Também levamos em conta o clima e a temperatura. Novas imagens Em relação à disponibilidade na ferramenta do Google Street View ainda não há uma data para publicação das imagens. - Em geral colhemos imagens de toda uma região para fazer uma nova atualização do produto. O assessor explicou que após a fase de coleta é realizado o tratamento de todas as imagens para depois ser divulgadas. - As imagens são estáticas, ou seja, não são em tempo real. Padrão de qualidade De acordo com o Google, é necessário saber com exatidão onde cada imagem foi captada, para que se possa ver no lugar certo quando estiver no Street View. Para isso, há uma combinação de sinais de diversos sensores no carro, incluindo um dispositivo de GPS (sistema de posicionamento global), e monitores que medem velocidade e direção para captação das imagens. O dispositivo GPS mostra a localização exata do carro quase sempre, mas às vezes fatores como prédios altos no centro da cidade bloqueiam o sinal e os dados dos outros sensores ajudam a preencher essas lacunas. Podemos refazer a rota do carro de forma precisa combinando esses sinais. Como há o ponto exato da rota e a direção de cada imagem onde foi captada, pode-se relacioná-la um lugar específico e até inclinar a imagem para alinhá-la a um terreno acidentado. Transformando em 360 graus Ao fotografar para o Street View, não pode haver lacunas nas imagens, por isso há câmeras adjacentes no carro que tiram fotos sobrepostas. Para remover a sobreposição e criar uma imagem contínua em 360 graus, as imagens são “costuradas”. Para se chegar a perfeição das imagens, é necessário conhecer a geometria de todas as câmeras no sistema e assim determinar onde será “costurado” as imagens para criar uma panorâmica única. É então aplicado algoritmos especiais de processamento de imagens para diminuir as “costuras” na junção das imagens e criar uma transição suave.


noticias | vídeos | cobertura | velocímetro | quem somos |

SL3 Telecom© (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
São Luís / MA - Rua 14, Quadra 13, Casa 10, Vinhais
Fone/Fax: (98) 3235-6604 - E-mail: sac@sl3.com.br
Produced by Rafael Correia Paz | Márcio da Luz Sousa | Rafael Freitas