Sentença não deve mudar plano eleitoral do PT para candidatura de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - 27-9-16 Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

O Globo

extra

13/07/2017 08:06:49

SÃO PAULO — A sentença do juiz Sergio Moro não deve alterar a estratégia definida pelo PT para a candidatura presidencial de Lula. A ideia de colocar a campanha na rua será mantida porque, de acordo com dirigentes da legenda, a condenação já era esperada e a mobilização de simpatizantes é justamente uma forma de se contrapor ao revés jurídico.

Apesar de já discursar como candidato em atos políticos promovidos pela legenda e por movimentos sociais, Lula deve dar o passo simbólico de início da campanha no próximo mês, quando pretende fazer um grande giro pelo Nordeste. A ideia é percorrer de ônibus, ao longo de cerca de 20 dias, os noves estados da região, numa reedição das caravanas realizadas antes da primeira campanha presidencial vitoriosa do petista em 2002.

As pesquisas de intenção de voto mostram que é justamente no Nordeste que Lula tem o seu melhor desempenho entre os eleitores.

Lideranças petistas se recusam a falar em plano B para a eleição presidencial de 2018. O partido joga todas as suas fichas em Lula e acredita que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) não conseguirá julgar o ex-presidente antes da disputa do próximo ano. Uma condenação em segunda instância tiraria o petista da eleição por causa da Lei da Ficha Limpa.

Dirigentes da legenda também pretendem insistir na estratégia de que Lula é alvo de perseguição política por parte de Moro para neutralizar o desgaste que uma condenação por corrupção pode gerar. Apesar de liderar as pesquisas de intenção de voto para 2018, o ex-presidente possui, segundo a última pesquisa Datafolha divulgada no mês passado, índice de rejeição de 46%.



noticias | vídeos | cobertura | velocímetro | quem somos |

SL3 Telecom© (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
São Luís / MA - Rua 14, Quadra 13, Casa 10, Vinhais
Fone/Fax: (98) 3235-6604 - E-mail: sac@sl3.com.br
Produced by Rafael Correia Paz | Márcio da Luz Sousa | Rafael Freitas