Flu: Expulsão relâmpago de Robinho é perdoada por Abel; atacante diz não se abalar

Abel defendeu Robinho após expulsão Foto: Nelson Perez / Fluminense FC

Extra

extra

11/09/2017 08:30:58

A alegria da torcida do Fluminense só não foi mais efêmera do que a de Robinho. O atacante, que esperou 23 dias para fazer sua estreia com a camisa tricolor, só durou 1 minuto e 13 segundos em campo. Um pisão na perna de Caíque Sá lhe fez com que ele recebesse cartão vermelho e deixasse a pior primeira impressão possível.

Com a expulsão, o Fluminense jogou com um a menos por 22 minutos. O time passou a ser pressionado e, embora tenha até marcado mais um gol, levou uma bola na trave e sofreu o empate no fim. Apesar disso, Abel evitou criticá-lo e até questionou as decisões da arbitragem.

— Ele é um atacante. Quem chegou por baixo foi o lateral. E ele (o árbitro Wagner Reway) não marcou nada. Só que, quando o menino (Caíque) baixou a meia, tinha pego, tinha um rasgo. Não comento arbitragem. Agora, é estranho — disse Abel, obrigado a mudar de estratégia após a expulsão:

— Minha ideia era esperar mais três minutos e botar o Marcos Júnior. Porque estavam se atirando demais. Se roubássemos essa bola... Mas não deu tempo. Paciência.

O jogador se manifestou após a partida. Pelas redes sociais, afirmou que as críticas recebidas pelo lance terão um efeito positivo.

"O que não te mata te fortalece. Obrigado a todos que estão me dando força. As críticas não vão me abalar e sim me dar motivação", escreveu Robinho em sua conta no Instagram.

Com o vermelho, Robinho está fora da partida contra o Atlético-PR, no próximo domingo, em Curitiba. Além dele, o lateral-direito Lucas, que recebeu o terceiro amarelo, também está fora do duelo.



noticias | vídeos | cobertura | velocímetro | quem somos |

SL3 Telecom© (Copyright 1997-2017) Todos os direitos reservados
São Luís / MA - Rua 14, Quadra 13, Casa 10, Vinhais
Fone/Fax: (98) 3235-6604 - E-mail: sac@sl3.com.br
Produced by Rafael Correia Paz | Márcio da Luz Sousa | Rafael Freitas